vivanordEREÇÃO

A ereção é a capacidade de desenvolver e manter o pénis firme o suficiente para manter e completar uma relação sexual. A capacidade de atingir e manter a ereção não é apenas parte da sexualidade, mas pode também afetar a confiança de um homem nas várias áreas da sua vida.
vivanord

DISFUNÇÃO ERÉTIL

A disfunção erétil é uma disfunção sexual caracterizada pela incapacidade de desenvolver ou manter uma ereção adequada para ter relações sexuais. Esta disfunção costumava ser conhecida por impotência. A expressão tem, contudo, caído em desuso. A disfunção erétil pode deteriorar significativamente a qualidade de vida de um homem e da sua parceira. Os problemas de ereção são muito mais comuns do que se pensa. Mais de metade dos homens com mais de 40 anos sofrem de alguma forma de disfunção erétil. A disfunção erétil pode acontecer em qualquer idade. Homens jovens (com idades entre os 18 e os 29 anos) também reportam problemas em desenvolver e manter uma ereção.

Há diferentes níveis de gravidade de disfunção erétil. Os médicos classificam a disfunção erétil como ligeira, moderada ou grave consoante as respostas às três questões seguintes: Quão frequentemente tem uma ereção? Quanto tempo dura a ereção? A ereção é suficiente para ter relações sexuais? Homens que sofrem de disfunção erétil ligeira não conseguem manter uma ereção em apenas algumas ocasiões. Homens com disfunção erétil moderada não conseguem desenvolver ou manter uma ereção com frequência. Também pode acontecer que a ereção não chegue para ter relações sexuais satisfatórias. Homens com disfunção erétil grave não conseguem desenvolver uma ereção. Mesmo a disfunção erétil ligeira pode causar grande aborrecimento à pessoa, afetando também a sua parceira. É importante que quem sofre de disfunção erétil de qualquer tipo saiba que não deve ignorar o problema e que deve agir e procurar um tratamento.

A disfunção erétil pode ser influenciada por vários factores que podem ser agrupados em duas categorias principais: orgânicos e psicogénicos. Nos anos 80, prevalecia a opinião de que 90% dos casos de disfunção erétil tinham causas psicogénicas e apenas 10% tinham causas orgânicas. Hoje em dia, contudo, sabe-se que a causa da disfunção erétil é, em mais de 80% dos casos, orgânica.


DISFUNÇÃO ERÉTIL PSICOGÉNICA

A disfunção erétil psicogénica é uma forma rara de disfunção sexual e afecta apenas 20% de todos os problemas de ereção. É mais frequente em homens jovens e advém sobretudo do medo de falhar. Pode ser resultado de cansaço, stress no trabalho, poucas relações sexuais, homossexualidade subconsciente, ter um parceiro com graves perturbações ou ter várias relações ao mesmo tempo, entre outros. A disfunção erétil psicogénica é caracterizada pela presença de ereções diárias, isto é, as ereções podem estar presentes durante a noite ou quando há masturbação.


DISFUNÇÃO ERÉTIL ORGÂNICA

A disfunção erétil orgânica é a causa dos problemas com a ereção em 80% dos casos. Alguns homens acham normal a disfunção erétil piorar com a idade. Mas a idade por si só NÃO é a causa dos problemas com a ereção. Estes problemas são normalmente causados por algo que perturba a circulação sanguínea normal.

As causas orgânicas de disfunção erétil podem por isso ser dividas em: problemas de saúde, medicamentos e estilos de vida e hábitos pouco saudáveis. Doenças como a diabetes, alcoolismo, esclerose múltipla, aterosclerose, doenças vasculares, doenças neurológicas, doenças cardíacas e pressão sanguínea alta dificultam a circulação sanguínea, danificando os vasos sanguíneos, nervos e tecido fibroso necessários para desenvolver e manter uma ereção e são, por este motivo, responsáveis por 70% dos casos de disfunção erétil. É frequente, a ereção não ser afectada por problemas de saúde, mas pelos medicamentos utilizados para os tratar. A disfunção erétil pode, desta forma, ser um efeito secundário de medicações, como medicamentos para baixar a pressão sanguínea, anti-histamínicos, antidepressivos, soporíferos, inibidores de apetite, etc. A terceira causa possível para disfunção erétil está relacionada com hábitos pouco saudáveis como consumo de álcool e tabaco e o estilo de vida (falta de exercício físico, cansaço, stress, prática de ciclismo em excesso, etc.).

ereção

COMO FUNCIONA VIVANORD?


ereção

Vivanord relaxa o tecido muscular, dilatando as veias e ajudando a aumentar o fluxo sanguíneo no pénis, ao mesmo tempo que evita que o sangue abandone o pénis precocemente. Assim, Vivanord pode ajudá-lo a alcançar uma ereção mais forte e duradoura. O ingrediente de Rhodiola em Vivanord actua como um afrodisíaco, aumentando a libido. Vivanord ajuda também a prevenir a ejaculação precoce, diminuindo o tempo de recuperação entre orgasmos. Para que o comprimido funcione, o indivíduo deve estar sexualmente excitado. Vivanord atua e com ele tornar-se-à num melhor amante, um amante com uma ereção de ferro. Vivanord é destinado apenas a homens, não devendo ser usado por mulheres, nem por pessoas com idade inferior a 18 anos.